Seeds of Dreams Institute




Voltar

Disney bate recordes históricos de receita e lucro operacional

Mickey Mouse está feliz!

A Walt Disney Company divulgou os resultados da sua chamada de ganhos do primeiro trimestre que revelam o desempenho da empresa até 30 de dezembro de 2023.

A Walt Disney Co. registrou lucro líquido de US$ 1,91 bilhão no primeiro trimestre fiscal de 2024, um avanço de 50% ante os US$ 1,28 bilhão registrados no mesmo período do ano anterior.

As receitas da companhia somaram US$ 23,55 bilhões entre outubro e dezembro de 2023, ligeira alta sobre a receita de US$ 23,51 bilhões reportada no mesmo período de 2022.

“Há apenas um ano, criamos um plano ambicioso para levar o The Walt Disney Company a um novo período de crescimento”, disse Robert Iger, CEO da The Walt Disney Company. 

Parques, Experiências e Produtos da Disney

A receitas de Parques, Experiências e Produtos da Disney no trimestre aumentou 7%, para US$ 9,1 bilhões, e a receita operacional do segmento aumentaram 8%, para US$ 3,1 bilhões. 

Segundo a empresa, os resultados operacionais neste primeiro trimestre refletem a diminuição na receita operacional em parques e experiências dentro dos Estados Unidos, o que foi amplamente compensados por resultados mais elevados na sua linha de cruzeiros Disney Cruise Line.

Já nos parques e experiências internacionais, a Disney bateu recordes históricos de receita, lucro operacional e margem operacional no primeiro trimestre fiscal de 2024, com crescimento de 35% de lucro líquido devido às recentes inaugurações de World of Frozen, no Hong Kong Disneyland Resort, e Zootopia, no Shanghai Disney Resort, parques que nosso presidente e diretora, Claudemir Oliveira e Juliana Oliveira, respectivamente, revisitaram recentemente. 

Veja AQUI

 

Os maiores resultados operacionais dos parques e experiências internacionais foram devidos ao crescimento do gasto dos hóspedes e maiores volumes de visitantes.

O serviço de streaming Hulu atingiu 49,7 milhões assinantes, um avanço de 1,2 milhão de assinantes ante o trimestre anterior, enquanto o serviço Disney+ Core teve uma queda de 1,3 milhão na mesma base comparativa, para 111,3 milhões de assinantes. 

De acordo com a companhia, o resultado ficou em linha com as projeções, refletindo “um aumento substancial” de preços no trimestre.

“Nosso forte desempenho no último trimestre demonstra que viramos a página e entramos em uma nova era para nossa empresa, focada em fortalecer a ESPN para o futuro, transformando o streaming em um negócio de crescimento lucrativo, revigorando nossos estúdios de cinema e turbinando o crescimento em nossos parques e experiências”, afirmou Robert Iger, ao comentar os resultados.

Para mais informações sobre o relatório de ganhos da Walt Disney Company, clique AQUI.

 

Seeds of Dreams Institute

Desenvolvido por

eMutua - Criando negócios digitais
Whatsapp